Equipa Editorial

Equipa Editorial

O lobo e o cão são companheiros de mesa!

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
O lobo cinzento (Canis lupus) é o ancestral e parente mais próximo de todos os cães domésticos (Canis lupus familiarius)

Há uma relação perfeita entre a evolução dos nossos corpos (humanos, cães, gatos, etc) e os alimentos que fazem parte da sua dieta. Esta relação foi construída ao longo de milhares de anos e não pode ser desfeita de um dia para o outro. No caso dos humanos, veja-se o problema que é termos fácil acesso ao açucar, quando deveríamos ter um acesso raro ao açucar, como os nossos ancestrais.

No caso dos cães e gatos, que são carnívoros, veja-se o problema que é, dum dia para o outro, começarem a comer cereais sem que os seus corpos estejam desenhados para isso. As marcas de comida para animais assim o quiseram, por ser mais barato, e nesse processo desinformaram os consumidores. As embalagens bonitas, tantas vezes com carimbos de “Recomendado Pelo Veterinário”, escondem uma ameaça à saúde dos nossos caninos.

Felizmente, há também marcas que olharam para esta questão de frente. A Acana/Orijen criou o termo de Biologicamente Adequado para representar a sua metodologia na criação das dietas.

A alimentação que a natureza desenhou

A FILOSOFIA “BIOLOGICAMENTE ADEQUADO” DA ACANA E ORIJEN É SIMPLES: ESPELHAR A QUANTIDADE, FRESCURA E VARIEDADE DE CARNES QUE FAZ PARTE DA EVOLUÇÃO QUE CÃES E GATOS TIVERAM A NÍVEL NUTRICIONAL.

O lobo cinzento (Canis lupus) é o ancestral e parente mais próximo de todos os cães domésticos (Canis lupus familiarius), compartilhando 97% do seu DNA, enquanto o gato selvagem do Oriente Próximo (Felis silvestris lybica) é o parente mais próximo de gatos domésticos (Felis silvestris catus).

Apesar de anos de criação, o funcionamento interno e as capacidades anatómicas de cães e gatos domésticos permanecem os mesmos de seus primos selvagens, portanto, não é surpresa que as suas necessidades alimentares também sejam as mesmas.

A ANATOMIA DIGESTIVA DOS CARNÍVOROS

Assim como seus antepassados, cães e gatos modernos têm recursos anatómicos projectados para uma dieta baseada em carne – um fato fundamental muitas vezes negligenciado. ESSES INCLUEM:

Smiling cute happy pet dog showing his teeth

DENTES E MAXILARES

  • Boca larga para engolir pedaços inteiros de carne, com uma mandíbula de dobradiça única que não possui capacidade de mastigação de um lado para o outro (ao contrário dos comedores de plantas que mastigam extensivamente, os comedores de carne raramente mastigam seus alimentos).
  • Dentes afiados e pontiagudos para agarrar e triturar carne (não para moer plantas).
Close-up of a Dogue de bordeaux drooling (6 months old)

SALIVA E ENZIMAS

  • A saliva dos comedores de plantas contém a enzima digestiva amilase, que se mistura com os alimentos através da mastigação. Como os comedores de carne não mastigam, eles não são adaptados para digerir hidratos de carbono das plantas.
  • Os comedores de carne engolem pedaços inteiros de carne; o objetivo de sua saliva é lubrificar a garganta – não alimentos mais digeridos.
Uninterested Poodle puppy with plate of kibbles on the table

TRATO DIGESTIVO CURTO

  • Na natureza, os carnívoros raramente comem todos os dias – às vezes menos que uma vez por semana. É por isso que eles têm um estômago grande e de uma câmara, adequado para devorar e digerir carne mais tarde.
  • Como a carne é facilmente digerida (em relação às plantas), cães e gatos têm um trato gastrointestinal curto e simples (em comparação com comedores de plantas como vacas, que têm quatro estômagos e comem constantemente).
  • Os carnívoros têm uma alta concentração de ácido estomacal para decompor a carne rapidamente e matar as bactérias associadas à carne crua.

Em que consiste o Biologically Appropriate (Biologicamente Adequado)?

a dieta natural do seu cão ou gato contém poucos ou nenhuns hidratos de carbono

O conceito de Biologicamente Adequado é simples: espelha a frescura e a variedade de carnes que cães e gatos devem comer de acordo com a sua evolução. São cinco os princípios que regem o nosso compromisso: 

  • Rico em Carne e Proteína: para responder às necessidades biológicas do seu cão ou gato com uma dieta rica em carne e proteína, os alimentos ORIJEN estão repletos de 85% de carne e no caso da ACANA com até 75%, sendo ambos livres de concentrados de plantas como proteína de batata ou ervilha
  • Inclusão de Carnes Frescas: incomparável com qualquer outro alimento. 2/3 das carnes em ORIJEN são FRESCAS ou CRUAS, sendo que no caso da ACANA até metade das carnes utilizadas são FRESCAS ou CRUAS.
  • Variedade de Carnes: na natureza, os cães e os gatos beneficiam de uma variedade de carnes à disposição, por isso, os alimentos ORIJEN e ACANA incluem uma variedade ímpar de carne fresca de aves criadas ao ar livre e ovos, carnes criadas em quintas e peixe de captura selvagem.
  • Rácios de Carne WHOLEPREY™: a natureza combinou os nutrientes nos animais que servem de presas, para satisfazer perfeitamente às necessidades do seu cão ou gato. É por isso que a ORIJEN e a ACANA incluem rácios WholePrey™ de carne, órgãos e cartilagem que proporcionam nutrientes essenciais de uma forma natural.
  • Limitação de Hidratos de Carbono e Carga Glicémica: a dieta natural do seu cão ou gato contém poucos ou nenhuns hidratos de carbono. Por isso, a ORIJEN e a ACANA limitam os hidratos de carbono e substituem açúcares de absorção rápida como batata e tapioca por frutas e vegetais inteiros e de baixo índice glicémico, tais como abóbora e abóbora-almiscarada fresca.

Outros Artigos

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *