Como pode o treino canino mudar a sua vida e a do seu cão?

Índice

Se tem um cão, sabe o quanto ele pode ser um amigo fiel, divertido e carinhoso. Mas também sabe que ter um cão não é só festa. É preciso cuidar dele e educá-lo bem, para que ele seja feliz e equilibrado.

No entanto, nem sempre é fácil lidar com alguns comportamentos dos nossos patudos, que podem causar stress, frustração e conflitos a ambos. Por exemplo, o seu cão pode ladrar (vocalizar) exageradamente, puxar a trela, saltar para as pessoas, roer objetos, fazer as necessidades em locais errados, ou até ser reactivo.

É aqui que entra o papel de um treinador/comportamentalista canino, que pode ajudá-lo a resolver estes problemas e a melhorar a sua relação com o seu cão.

Mas afinal, o que faz um treinador e comportamentalista canino? Porque é que ele é tão importante? E quais são as vantagens de contratar um que tenha também formação em veterinária?

O que faz um treinador ou um comportamentalista canino? Quais as diferenças?

Um treinador e comportamentalista canino é alguém que sabe como os cães aprendem, pensam, sentem e se comunicam.

Um treinador canino ensina os comandos básicos de obediência ao cão, como sentar, deitar, ficar, vir quando chamado, andar à trela, entre outros. Estes comandos permitem dar ao cão liberdade e segurança ao mesmo tempo. O treinador canino também pode ensinar outras habilidades ao cão, como agilidade, freestyle, seguimento, busca e salvamento, etc.

Um comportamentalista canino analisa e trata os problemas comportamentais do cão, como agressividade, medos, fobias, ansiedade por separação, etc. Estes problemas podem ter origem e influência genética, ambiental ou aprendida, e podem afetar o bem-estar físico e emocional do cão. O comportamentalista canino usa técnicas de modificação comportamental para ajudar o cão a superar estas dificuldades e a recuperar a sua confiança e equilíbrio.

Porque é que um treinador ou um comportamentalista canino é tão importante?

Contratar um treinador ou um comportamentalista canino pode trazer vários benefícios para o cão e para o tutor. Veja alguns exemplos:

  • Melhora a comunicação e a compreensão entre o cão e o tutor. O profissional ensina ao tutor como interpretar os sinais e as emoções do cão, e como se expressar de forma clara e consistente para o cão. Assim, o tutor pode saber o que o cão precisa, quer e sente, e o cão pode saber o que o tutor espera dele. Isto facilita a educação e a convivência entre ambos.

  • Previne e resolve problemas comportamentais do cão. O profissional identifica as causas dos problemas comportamentais do cão, como medo, ansiedade, stress, tédio, etc., e aplica técnicas de modificação comportamental para ajudar o cão a superá-los. Estas técnicas são baseadas no reforço positivo, ou seja, em recompensar os comportamentos desejados e ignorar ou redirecionar os indesejados. Desta forma, o cão aprende a se comportar de forma adequada sem sofrer punições ou violência.

  • Estimula a inteligência e o bem-estar do cão. O profissional orienta a execução de exercícios que desafiam a  mente e o corpo do cão….proporcionando ao cão diversão, exercício e enriquecimento ambiental, que são essenciais para a sua saúde física e mental.

  • Fortalece o vínculo entre o cão e o tutor. O profissional orienta o tutor a interagir com o cão de forma positiva, respeitosa e afetuosa. O treino e o comportamento canino são oportunidades para criar momentos de qualidade entre o cão e o tutor, que aumentam a confiança, a cumplicidade e a amizade entre eles.

Quais são as vantagens de contratar um treinador ou um comportamentalista canino que tenha também formação em veterinária?

 

Contratar um treinador e comportamentalista canino que tenha também formação em veterinária pode ser uma vantagem adicional para o cão e para o tutor. Isto porque este profissional tem 

conhecimentos mais aprofundados sobre a saúde animal, que podem ser úteis para:

  • Avaliar se o cão tem alguma condição médica que possa afetar o seu comportamento. Muitas vezes, os problemas comportamentais dos cães podem ter origem ou ser agravados por doenças físicas, como dor crónica, alterações hormonais, problemas neurológicos, etc. Um profissional com formação em veterinária pode reconhecer estes sinais e encaminhar o cão para um tratamento adequado.

  • Aconselhar sobre os cuidados de saúde preventivos do cão. Um profissional com formação em veterinária pode orientar o tutor sobre as medidas que deve tomar para manter o seu cão saudável e feliz, como vacinação, desparasitação, alimentação adequada, higiene oral, etc.

  • Recomendar produtos ou medicamentos que possam ajudar no treino ou no comportamento do cão. Um profissional com formação em veterinária pode sugerir ao tutor alguns produtos ou medicamentos que possam facilitar o processo de aprendizagem ou de modificação comportamental do cão.

 

O que dizem os comportamentalistas caninos sobre o seu trabalho?

 

Para ilustrar melhor o que faz um comportamentalista canino, nada melhor do que ouvir o testemunho de alguns profissionais que se dedicam a esta área. Aqui ficam algumas citações de treinadores e comportamentalistas caninos que se baseiam em reforço positivo:

  • “O treino de cães é uma arte e uma ciência. A arte é saber como comunicar com o cão de forma clara e eficaz. A ciência é saber como aplicar os princípios da aprendizagem e do comportamento animal. O treino de cães é também uma paixão e uma responsabilidade. A paixão é amar os cães e querer o melhor para eles. A responsabilidade é respeitar os cães e usar métodos que não lhes causem sofrimento ou medo.” – Steve Mann, fundador e presidente da Institute of Modern Dog Trainers.

  • “O reforço positivo é mais do que dar um biscoito ao cão quando ele faz algo certo. É uma filosofia de treino que se baseia na cooperação, na confiança e no respeito mútuo. O reforço positivo permite ao cão aprender de forma divertida e motivadora, sem recorrer a força, intimidação ou dor. O reforço positivo também fortalece a relação entre o cão e o tutor, criando uma parceria baseada na amizade e não no medo.” – Kate Pryor, treinadora certificada pela Karen Pryor Academy.

  • “Os cães usam sinais de calma para comunicar entre si e connosco. Estes sinais são formas de evitar ou resolver conflitos, de mostrar intenções pacíficas, de acalmar situações tensas ou stressantes, de expressar emoções ou desconforto. Os sinais de calma são uma linguagem universal que todos os cães entendem e usam. Nós, humanos, podemos aprender a reconhecer e a responder a estes sinais, melhorando assim a nossa comunicação e a nossa compreensão dos cães.” – Turid Rugaas, treinadora e autora do livro “Calming Signals – The Art of Survival”.

 

Conclusão

 

Ter um cão é uma fonte de muita felicidade, mas também também de muitos desafios. Por isso, é importante contar com a ajuda de um profissional qualificado que nos possa orientar na educação e no comportamento do nosso patudo.

Contratar um treinador e comportamentalista canino, pode trazer vários benefícios para o cão e para o tutor. Este profissional pode melhorar a comunicação e a compreensão entre ambos, prevenir e resolver problemas comportamentais do cão, estimular a inteligência e o bem-estar do cão e fortalecer o vínculo entre o cão e o tutor.

Além disso, se o profissional tiver também um currículo em veterinária, pode ser uma vantagem adicional para o cão e para o tutor. Este profissional pode avaliar se o cão tem alguma condição médica que possa afetar o seu comportamento, aconselhar sobre os cuidados de saúde preventivos do cão e recomendar produtos ou medicamentos que possam ajudar no treino ou no comportamento do cão.

Se está à procura de um treinador ou de um comportamentalista canino, não hesite em contactar-nos.

 

Próximos Eventos

No posts found!

Qual é o seu caso? Seja alteração de comportamento, seja treino de obediência, seja um puppie, ou qualquer outro, entre em contacto connosco. Responderemos rapidamente 😎

Elise Fernandes

Comportamentalista IMDTB e Treinadora Dip-TC Dogga

📧 geral@caesdorio.com | 📞 913814718 | 💬 Whatsapp | 👅Línguas: português, espanhol, inglês